Vídeos extremistas estão a ser bloqueados

estado-islamico-no-youtube-facebookO YouTube e o Facebook estão a remover automaticamente vídeos de extremistas islâmicos. Esta técnica é praticamente a mesma à que normalmente se utiliza para identificar e remover conteúdos publicados que não respeitaram os direitos de autor do mesmo.

Desta forma, a maior plataforma de partilha online de vídeos e a maior rede social do mundo esperam conseguir encontrar e bloquear vídeos divulgados pelos extremistas islâmicos, para que se consiga  diminuir a presença online dos mesmos.

Contudo, nenhum CEO quer do Facebook quer do YouTube comentou sobre este tema. Espera-se que através desta técnica que os dominadores da Internet consigam cada vez mais eliminar a propaganda terrorista.